Ir direto para menu de acessibilidade.

Temos 12 visitantes e Nenhum membro online

Página inicial > Educação
Início do conteúdo da página

Educação

Publicado: Sábado, 11 de Fevereiro de 2017, 09h53 | Acessos: 430

             Um bate papo sobre Inclusão

 

Inclusão é o acolhimento de todas as pessoas, sem exceção no sistema de ensino, independente das condições neurológicas, psicológicas, sociais ou de qualquer outra ordem. É a capacidade de entender as diferenças e partilhar das riquezas que esse convívio proporciona.

A inclusão é para os estudantes com deficiência, comprometidos intelectualmente, superdotados, discriminados por qualquer motivo e minorias.
No Brasil, ela caminha a passos lentos. O grande problema é o descumprimento das leis pelas escolas e redes de ensino do país, a Constituição Federal desde 1998 em seu Art. 208 garante o acesso de todos ao Ensino Fundamental, recebendo atendimento especializado preferencial na escola, sem que haja a substituição do ensino regular.

A legislação também obriga as escolas a terem professores preparados para ajudar os alunos com necessidades educacionais especiais (NEE) a se integrarem, para isso, não é necessário serem especialistas nem tão poucos abraçarem a causa, pois não está associado a boa vontade ou a bondade do professor, trata simplesmente de cumprir o seu dever de educador e que possam contar com o suporte da escola no que for necessário.

Outro fator bem temido por educadores e escolas, é a adaptação curricular, visto que, é algo que exige muito do professor. Este por sua vez tem que saber ao certo o nível cognitivo de seu aluno realizando uma sondagem pedagógica e partindo desse ponto elaborar adaptação do conteúdo e método específico para trabalhar o aluno segundo suas necessidades, esse trabalho por vezes tem sido deixado de lado por ser algo extremamente trabalhoso, prejudicando o desenvolvimento do aluno.

De forma geral, a maioria das escolas, fazem de fato uma “integração” do aluno na escola, pois acreditam que recebendo-os e trabalhando-os na medida do possível estão incluindo, quando em sua totalidade o conceito de “inclusão“ é bem mais amplo, completo, radical e sistemático que uma mera integração.

Portanto, cabe aos pais estarem atentos `a forma que a escola conduz o processo de inclusão de seus filhos, observar, opinar, conversar e sugerir ações que possam contribuir. Ser parceiro da escola é essencial. E, se ainda assim, a escola não agir conforme a lei, deve-se levar o fato as autoridades fiscalizadoras, através de denuncias pelo ministério público.
Lembre-se que a Educação pode ser a melhor aliada na conscientização de uma sociedade mais justa para pessoa com deficiência e que, nós pais, somos agentes atuantes capazes de colaborar nessa caminhada.

Obrigada.
Benilde Miranda
Psicopedagoga /Neuropedagoga

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página